Close

agosto 12, 2015

Biblioteca universitária no apoio a educação a distância

O uso das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) aplicados aos processos da educação tem possibilitado novas oportunidades de ensino às pessoas, permitindo mais informação e consequentemente mais conhecimento. O uso destas tecnologias tem contribuído para o avanço do ensino, principalmente na modalidade de ensino a distância.

A EAD tem contribuído para o avanço na área educacional do país permitindo que o ensino chegue aos lugares mais remotos do país. Diante disso, um novo Brasil está surgindo com novas oportunidades para aqueles que moram nas cidades do interior, e que possuem menos chances de entrar em uma universidade de alguma grande cidade brasileira.

Para o suporte adequado às atividades pedagógicas e administrativas, os polos de apoio presencial devem ter em sua infraestrutura física: salas de aulas, auditórios, laboratórios, secretarias e bibliotecas com recursos informacionais referentes aos cursos e programas ofertados a distância pelas instituições públicas de ensino superior no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil.

Biblioteca universitária no apoio a educação a distância

As bibliotecas universitárias procuram analisar as mudanças educacionais e conhecer as inovações da área a fim de aprimorar, adaptar e adequar os seus serviços para prestar um atendimento de qualidade à comunidade acadêmica. Assim, é necessário investir no acesso
informacional para os alunos da modalidade à distância. As bibliotecas e os sistemas de bibliotecas precisam estar preparados para receber esse novo usuário e atender as suas necessidades de informação contribuindo com a educação brasileira. Os paradigmas dos serviços prestados na EAD em relação ao acesso a informação técnico-científica precisam ser repensados, principalmente com envolvimento das bibliotecas universitárias ou os sistemas de bibliotecas já existentes no país para que os alunos recebam todo apoio necessário as suas atividades acadêmicas de pesquisa e extensão durante o curso na universidade.

Serviços oferecidos

A Biblioteca Universitária da UFMG, por exemplo, possui e oferece os seguintes serviços aos seus usuários: consulta (local, por telefone, correspondência, fax, e-mail, web); empréstimo do material bibliográfico (domiciliar, entre bibliotecas); levantamento bibliográfico (manual e automatizado); visitas orientadas às bibliotecas do sistema e aos seus acervos raros e especiais; serviço de comutação bibliográfica; orientação e normalização bibliográfica; treinamento de usuários; alertas, sumários correntes e boletins informativos; exposições, promoção de eventos e ainda biblioteca 24 horas. É também oferecido, sistematicamente, programas de capacitação dos usuários com o objetivo de habilitá-los na utilização das fontes de informação em formato eletrônico disponibilizadas para a comunidade acadêmica da UFMG.

O MEC é a instituição que estabelece os critérios para o funcionamento das bibliotecas nos polos presenciais de ensino. Através do documento Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância os cursos à distância devem ter em sua infraestrutura de apoio uma biblioteca contendo:

[…] um acervo mínimo para possibilitar acesso dos estudantes à bibliografia, além do material instrucional utilizado pelo curso; sistema de empréstimo de livros e periódicos ligados à sede da IES para possibilitar acesso à bibliografia mais completa, além do disponibilizado no polo (BRASIL. Ministério da Educação, 2007, p. 19).

As bibliotecas dos polos devem possuir acervo atualizado, amplo e compatível com as disciplinas ministradas nos cursos ofertados. Seguindo a concepção de amplitude de meios de comunicação e informação da educação à distância, o material oferecido na biblioteca deve ser disponibilizado em diferentes mídias. É importante, também, que a biblioteca esteja informatizada, permitindo que sejam realizadas consultas online, solicitação virtual de empréstimos dos livros, entre outras atividades de pesquisa que facilitem o acesso ao conhecimento. Além disso, a biblioteca deve dispor em seu espaço interno de salas de estudos individuais e em grupo (BRASIL. Ministério da Educação, 2007, p. 26).

Desta forma, justifica-se o envolvimento das bibliotecas universitárias e do sistema de bibliotecas, órgãos ou estruturas responsáveis pelas bibliotecas presenciais em empreender essa infraestrutura para apoio técnico-administrativo as bibliotecas polo localizadas em diferentes municípios do estado onde a universidade oferece cursos em EAD.

Artigo publicado em 2015 no periódico científico Perspectivas em Ciência da Informação, escrito pelas autoras Maria Elizabeth de Oliveira Costa; Marizete Silva Santos; Anderson Luiz da Rocha Barbosa. Gostei muito desse trabalho pois aborda um assunto atual que é o Ensino a Distância e o papel da Biblioteca Universitária nesse contexto.

Fonte