Close

Março 2, 2017

Biblioteca Pública tem projeto de adoção e restauração de livros

As vezes é preciso contar com a sociedade para tocar um projeto. Acredito que a história de um estado é de interesse de todos que lá vivem. Documentos de suma importância, pois contam a história de um povo. Espero que esse projeto tenha adesão dos gaúchos.

Iniciativa busca preservar o acervo da instituição

Quem é apaixonado por livros pode adotar um. A Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul (BPE) conta com a parceria de pessoas e instituições interessadas em ajudar financeiramente na restauração de uma obra de seu acervo. São livros raros sobre a história e a cultura do RS, muitas vezes esgotados e antigos, o que os torna e importantes para resguardar a memória do Estado.

A diretora Morgana Marcon diz que a reparação é feita por empresa privada, pois não há mão de obra especializada entre os funcionários públicos para esse tipo de serviço. Segundo Marcon, no momento, há 66 títulos disponíveis para adoção, com valores entre R$ 200 a R$ 1.500. “O acervo da BPE conta com mais de 240 mil volumes, abrangendo diversas áreas do conhecimento humano, sendo que alguns necessitam passar por reparação”, relata a diretora.

A primeira edição de “Lendas do Sul” acaba de voltar à BPE após ser restaurada. Na espera de uma adoção estão, entre outros, “A Revista Contemporânea do Parthenon Literário” (1869), com textos de intelectuais da época, e “O RS: Descrição Physica, Histórica e Econômica” (1897), com dados importantes sobre a economia do período. Como agradecimento, o nome de quem contribuir vai em um Ex Libris (etiqueta) no livro, reconhecendo a contribuição à cultura do Estado

Fonte: [1]