Close

Março 4, 2015

Escritor e Bibliotecário? Só se for em Londres

Semana passada saiu uma notícia sobre as profissões mais desejadas pelos britânicos. Em primeiro lugar escritor e em segundo bibliotecário. Tem uma certa lógica ai, escritor precisa buscar outras fontes de informação e não há melhor lugar para isso do que uma biblioteca, certo? Os bibliotecários já trabalham diariamente praticamente dentro das fontes de informação, logo faz sentido essas duas profissões estarem em alta lá no Reino Unido.

Mas e aqui no Brasil? Você já recebeu algum escritor ai na sua biblioteca? Eu confesso que nunca recebi e olha que já trabalhei no balcão de referência por alguns anos. Talvez seja por causa da natureza das bibliotecas em que trabalhei, vai saber.

Uma questão que ficou na minha cabeça ao ler essa notícia foi: por que não temos tantos bibliotecários escritores? Afinal estamos na fonte, correto? Sinto a Biblioteconomia parada no tempo, é só ver os programas de pós-graduação em Ciência da Informação, mesmos assuntos, mesmos autores sendo citados, pouca inovação, aplicação então, quase zero.

Mas saindo desse mundo científico, por que não temos bibliotecários escrevendo sobre Biblioteconomia com outra visão? Talvez uma ficção ou algo voltado para um público específico: crianças, atores, músicos, etc. Além disso, não precisamos escrever sobre Biblioteconomia, em tese podemos escrever sobre qualquer assunto.

Vamos refletir sobre isso? Desde já deixo este espaço aberto para quem quiser publicar suas produções independentes. Bibliotecários, vamos escrever mais!

Deixe uma resposta