Close

Março 12, 2015

Feliz dia dos Bibliotecários

Recebi um texto que gostaria de compartilhar com vocês nesse dia. Acho que essas palavras dão uma dimensão boa da nossa importância mas que tantos tentam ignorar. Um feliz dia dos Bibliotecários!

Quando eu era criança meu pai costumava ler todo tipo de história pra mim, de poemas românticos de Pablo Neruda a romances policiais da Agatha Christie. Todo dia ele trazia um novo livro pra nossa casa. Perguntei para o meu pai como ele conseguia arrumar tantos livros diferentes. “O papai trabalha numa biblioteca, filha! Lá é um lugar que você pode viajar pra qualquer lugar sem sair da cadeira”. Eu achei estranho, por que alguém ia querer viajar sem sair do lugar? Meu pai explicou que as palavras são muito poderosas e que se me concentrasse de verdade na leitura poderia sentir o perigo que Hercule Poirot estava passando em uma de suas missões.

A gente não tinha muito dinheiro então comecei a “viajar” quase todos os dias na biblioteca onde meu pai trabalhava. As vezes lia dois livros por semana, devorava biografias, jornais, livros de ciência, história, tudo que tinha lá e que me interessava eu li. Eu tinha 15 anos. Hoje com 40 anos, tudo que eu absorvi naquela época na biblioteca eu passo para as crianças da minha cidade. Sou professora de literatura e sempre tento promover a leitura para os meus alunos.

A biblioteca que meu falecido pai e bibliotecário trabalhava me fez ser quem eu sou hoje e sou muito agradecida por isso. Bibliotecários e bibliotecas podem mudar sim a vida das pessoas, digo isso por experiência própria. Obrigada por tudo e parabéns pelo dia dos bibliotecários. Sei que o concurso era para os bibliotecários escreverem sobre sua visão pessoal mas como filha de um bibliotecário me senti a vontade para contar a minha experiência com a biblioteca e de certa forma com a Biblioteconomia. De verdade, obrigada!

Gláucia S.

Deixe uma resposta