Close

Março 13, 2017

Biblioteca pública expõe arquivos sobre a vida de Lou Reed

A biblioteca pública de Nova Iorque está fazendo uma exposição com os arquivos do lendário cantor norte-americano Lou Reed, morto em 2013, os quais incluem milhares de gravações e documentos que vão ser colocados à disposição do público em breve.

“O meu sonho sempre foi tornar o trabalho de Lou totalmente acessível ao público”, comentou a artista Laurie Anderson, viúva do cantor, músico e compositor, que reuniu e classificou a colecção do autor após a sua morte.

Acervo

Os arquivos do cantor incluem 3.600 gravações de áudio e 1.300 vídeos, além de 90 metros de documentos escritos e fotos, segundo a instituição.

“Demora algum tempo para ver uma vida como um todo e, agora que a primeira etapa dos arquivos está concluída, podemos dar um passo para trás e começar a ver alguns padrões novos e deslumbrantes no trabalho que Lou fez na sua longa e intensa vida como artista” disse Laurie Anderson.

Lou Reed revolucionou o mundo da música com a banda The Velvet Underground e depois como artista solo, infundindo ao rock uma sensibilidade estética do mundo da Arte Moderna. O seu primeiro álbum, “The Velvet Underground and Nico” (1967), foi produzido pelo artista Andy Warhol.