Close

Janeiro 31, 2017

Setor de Marketing Digital cresce no mínimo 30% em 2017

Em meio à crise econômica, a aposta fica no Inbound Marketing e personalização de conteúdo. Onde com certeza há espaço para o bibliotecário. No entanto, é necessário se capacitar. Já existem alguns institutos de ensino certificando em Marketing Digital. Outra vantagem de trabalhar nessa área é a possibilidade de trabalhar em casa ou de qualquer lugar no mundo com uma conexão coma a Internet. Parece uma boa opção pra mim.

O marketing digital ganhou popularidade em 2016 com pequenas, médias e grandes empresas firmando presença online e promovendo serviços e produtos por meio de vários canais digitais, tais como: mídias sociais, websites e afins. Hoje, o marketing está dando lugar a formas mais inteligentes de comunicação, que se baseiam na entrega com qualidade, ao invés de apenas produtos ou serviços.

Como foi ano passado?

“O ano de 2016 foi agitado para o meio digital. Podemos destacar a aquisição do LinkedIn por U$ 26 bi pela Microsoft, o Pokemon Go que se tornou o game mais jogado dos EUA em uma semana, e no e-commerce, a Alibaba anunciou um faturamento de U$ 14,3 bi em apenas 24 horas no Single’s Day, data comemorativa na China. No Brasil, a Black Friday cresceu 17%, segundo a Ebit, e empresas de automação de marketing receberam investimentos na casa dos R$ 60 milhões”, explica Daniel Cardoso, especialista em e-commerce e Marketing Digital da Impacta Treinamentos.

Inbound Marketing e conteúdo personalizado para dispositivos móveis

Segundo Thiago Regis, CEO da agência de marketing digital Pílula Criativa, os serviços de assessoria de imprensa, marketing digital e a geração de conteúdo relevante vão se consolidar no próximo ano. “Os programas de Growth Hacking, que buscam meios alternativos para atingir metas, usando soluções criativas e inovadoras, o Inbound Marketing com as premissas de atrair, converter e encantar, e os vídeos do YouTube possivelmente serão as estrelas de 2017″. Para Vinicius Correa, CEO da Mailbiz, consultoria de e-mail marketing, dispositivos móveis vieram para aumentar o poder e o alcance do e-mail na busca por um aumento de engajamento e vendas. As empresas precisam produzir conteúdo que se adeque aos diferentes tamanhos de tela para gerar uma melhor experiência junto aos consumidores”, completa Correa.

Nota: pense na biblioteca como uma empresa e no usuário como um cliente. As mesmas técnicas que as empresas usam pra vender um produto ou serviço podem ser aplicadas nas bibliotecas.

Setor espera ano promissor

Em 2017 o marketing digital deve avançar em busca de personalização da comunicação. “As empresas que se dedicam a estudar e mapear detalhadamente quem é o seu cliente ideal – a persona – saem na frente para estabelecer uma comunicação mais eficiente. Na Mailbiz, trabalhamos focados em ajudar cada cliente a se comunicar melhor com o seu público, para colher como resultado maior engajamento e volume de vendas. Pretendemos crescer 75% em 2017 no que se refere à base de clientes”, afirma Vinícios.

O atual cenário econômico aumentou a procura por capacitação no setor. Daniel conta que a Impacta registrou um crescimento de 40% nos cursos de Marketing de Conteúdo e de Mídias Sociais. “Esperamos que o crescimento se mantenha. Temos a intenção de ampliar nossa gama de cursos para melhor atender a demanda de mercado”. O CEO da Pílula Criativa também vislumbra melhoras para o futuro. “Pretendemos crescer 30% em 2017, e aumentar nosso leque de ofertas, tornando a agência ainda mais completa”, conclui Thiago.

Fontes: [1] [2] [3]